Archive for Janeiro 2015

Elena, a princesa latina da Disney.

Elena de Avalor é a primeira princesa latina da Disney, e será apresentada em 2016 em um episodio de Princesinha Sofia. E no mesmo ano ganhará sua própria série.
O enredo é que Elena, após ser aprisionada em um amuleto por uma bruxa por décadas, voltará a vida para resgatar o reino de Avalor.Seus avos e um conselheiro irá ajudar a governar o reino, a historia ira contar também com um mago chamado Mateo e um bichinho de estimação chamado Skylar.
A Disney declarou que Elena será uma adolescente de 16 anos confiante e bondosa que mora em um reino encantado, inspirado em diversas culturas latinas.


Elena será dublada por Aimee Carrero.

Particularmente amo as princesas da Disney, principalmente aquelas que fogem do padrão.

Mulher-Maravilha: Trajetoria


Com o lançamento dos novos 52, a historia de cada personagem ficou confusa e não estamos mais entendendo nada! Sou super fan da heroína e me surpreendi com muita das historias que vamos contar aqui!
Então pega a pipoquinha que o post é longo, mas muito proveitoso.

1941
A personagem estreia em dezembro na revista All Star Comics 8 numa HQ escrita por William Moulton Marston e desenhada por Harry G. Peter.
Na trama, o avião do militar Steven Trevor cai na Ilha Paraíso, onde as habitantes, as guerreiras amazonas, elegem uma campeã para levar o piloto de volta aos Estados Unidos.A vencedora é Diana, filha da rainha Hipólita, que recebe um traje especial e o nome de Mulher-Maravilha.



1942
A chegada da Mulher-Maravilha e Steve Trevor aos Estados Unidos acontece em Sensation Comics 1, lançada em janeiro. Apaixonada pelo militar desde a HQ anterior, a amazona o deixa em um hospital em Washington e tenta se adaptar a seu novo lar. Para isso, assume a identidade de Diana Prince.

Em All Star Comics 11, Diana enfrenta exércitos inimigos nas Filipinas durante a 2° Guerra Mundial e se une á Sociedade da Justiça que também luta contra as forças do Eixo. Dias depois, chega ás bancas a série mensal Wonder Woman. Com isso, a heroína passa a ser vista em três revistas por mês.



1951
All-Star Comics, que traz as HQs da Sociedade da Justiça, é reformulada após a edição 57, que mostra uma das ultimas atuações da Mulher-Maravilha com o grupo - a equipe volta a aparecer em outras revistas, mas esporadicamente. Meses depois, Sensation Comics é cancelado e as historias da heroína são lançadas só em Wonder Woman.

1955
Como vários personagens da época, Diana é afetada pelo Comic Code Authority que censura HQs. Como o órgão não aprovou o uniforme da heroína - bastante decotado nas costas - a partir de Wonder Woman 75 ela ganhou um traje mais comportado.

1958
A origem da heroína é reformulada pelo editor Robert Kanigher e, em Wonder Woman 98, Diana deixa de ser apenas uma guerreira e passa a contas com habilidades concedidas por deuses gregos. Assim, vence o torneio imposto por Atena e se torna a campeã das amazonas, responsável por combater o mal no mundo dos homens.



1959 
As habilidades concedidas pelos deuses gregos são detalhadas na edição 105 de Wonder Woman. A trama revela que a princesa nasceu séculos atrás, quando recebeu presentes dos deuses, como beleza, força e velocidade. Na edição seguinte , Diana revela ser capaz de voar. 

1960
A Liga da Justiça estreia em The Brave and the Bold 28 e conta com a Mulher-Maravilha como membro fundador.
Na trama, ela e o Caçador de Marte lutam contra um alienígena em uma parte do mundo, enquanto Aquaman, Flash e Lanterna Verde ligam com outros invasores.



1967
Com o sucesso da série de Tv Batman, lançada no ano anterior, o produtor do programa William Dozier anima-se a repetir o sucesso com a Mulher-Maravilha. Ele chega a produzir um trecho do piloto Who's Afraid of Diana Prince?, mas o projeto não vai para frente.



1968
A heroína sofre mudanças radicais em Wonder Woman 179, quando abre mão de seus poderes e visual. Ela abandona as amazonas, que migram para outra dimensão, e permanece na Terra ao lado do amado Steve Trevor - morto na edição seguinte. 
Na nova fase, Diana adota trajes modernos e protagoniza tramas repletas de artes marciais.



1969
Em Justice League of America 69, Diana revela para a Liga da Justiça que perdeu seus poderes e deixa a equipe que ajudou a formar. Longe dos super-heróis, ela se aproxima ainda mais de uma vida normal e no mesmo ano torna-se proprietária de uma loja de roupas, a Di Prince's Boutique.



1972
A Mulher-Maravilha faz sua primeira aparição na Tv na série animada The Brady Kids, focada nos irmãos e irmãs de uma mesma família. No episodio It's all greek to me, a heroína e as crianças são acidentalmente transportadas para a Grécia antiga, mas depois  de um tempo voltam ao presente.
Na trama, a amazona também aparece como Diana Prince.



1973 
Após sofrer um grave acidente em uma luta contra um franco-atirador em Wonder Woman 204, Diana perde a memoria e sente-se atraída a um lugar misterioso, que descobre ser a Ilha Paraíso. Acolhida pelas amazonas - que retornaram a nossa dimensão - a heroína recobra seus poderes e parte de suas lembranças e volta a ser a Mulher-Maravilha.



Uma nova versão animada da Mulher-Maravilha estreia  em Super Friends, a série para a Tv produzida pelo estúdio Hanna-Barbera e estrelada por uma versão da Liga da Justiça. O programa - que durou até 1986 - conta com layouts e artes conceituais de grande nomes dos quadrinhos, como Alex Toth e Jack Kirby.



1975 
Em Wonder Woman 212, Diana descobre que há uma lacuna em sua memoria sobre a época em que ficou sem poderes. Com isso, recusa-se a voltar para a Liga da Justiça, pois teme que seu problema prejudique a equipe. A heroína só recobra as suas lembranças em Wonder Woman 222(1976), quando volta para o grupo.



1976
A série de Tv Wonder Woman estreia com Lynda Carter como protagonista e torna-se um sucesso de audiência. Com três temporadas, o programa foi produzido até 1979, teve 60 episódios e foi importante para popularizar a heroína entre os não leitores de gibis.



1977 
O gibi Mulher-Maravilha (Ebal) chega ás bancas brasileiras em dezembro e reúne HQs da amazona e da equipe de heróis adolescentes Turma Titã. Publicada até 1981, conta com 43 edições e até hoje é considerada a mais longa série da heroína lançada no Brasil. 



1987
Com a saga Crise nas Infinitas Terras, a DC reinicia sua cronologia e a heroína ganha uma nova versão. Nela, o quadrinhista George Pérez se aprofunda nos elementos mitológicos da personagem e mantém a explicação de que Diana foi agraciada com dons divinos. Já adulta, a amazona vence um torneio ordenado pela deusa Hera para eleger qual guerreira combaterá Ares, o deus da guerra, e se torna a Mulher-Maravilha.




1988
Em um dos primeiros encontros entre Mulher-Maravilha e Superman na nova cronologia, eles arriscam algo mais do que amizade, mas não deu certo. Na verdade, o Homem de Aço se apressou ao pensar que eles teriam alguma ligação por levarem vidas parecidas e roubou um beijo da princesa. Ela retribuiu, mas mesmo assim seguiram como amigos. Isso aconteceu em Action Comics 600.



Durante a saga Invasão, Diana une forças com uma nova versão da Liga da Justiça e enfrenta forças alienígenas que pretendem dominar a Terra. Essa é a primeira participação da heroína junto a equipe no novo universo DC, e a aliança a motiva a se unir á divisão europeia da Liga em Justice League Europe 1. 
Porém, a desorganização do grupo a convence a continuar a carreira solo.



1993
Na nova cronologia da DC, a Mulher-Maravilha entra para a Liga da Justiça em Justice League America 71, quando a equipe é reformulada em decorrência da morte de Superman. Com isso, a amazona luta ao lado dos heróis como Gladiador Dourado, Guy Gardner, Máxima e outros.


1994
Em Wonder Woman 90, a rainha Hipolita julga que sua filha tem se afastado dos ideais das amazonas e organiza um torneio para escolher a nova Mulher-Maravilha. Ao final, a vencedora é a selvagem guerreira Ártemis, que assume o uniforme e as armas de heroína na edição 93. Diana continua a combater o mal no mundo dos homens, mas com um novo visual.



1995
Com a morte de Ártemis em Wonder Woman 100, Diana retoma a identidade de Mulher-Maravilha na edição seguinte. A nova fase é escrita e desenhada por John Byme, que promove confrontos entre a heroína e vilões com os quais ela não costuma encontrar, como Apocalipse, Darkseid e Sinestro. 



1996
A minissérie Reino do Amanhã explora o lado militar da amazona. Nessa versão futura, Diana é fria e não mede esforços para vencer suas batalhas, mesmo que seja contra antigos aliados, como Batman, seu maior adversário na trama.



1997
Após o cancelamento da revista Justice League of America meses atras, a Liga ganha um novo titulo em janeiro. A nova formação do grupo conta apenas com heróis icônicos, como Mulher-Maravilha, Batman e Superman. Diana fica no grupo até 2009.



A princesa morre em Wonder Woman 127 em decorrência de um combate com um demônio. A tragedia chama a atenção da deus Hera, que transforma Diana na Deusa da Verdade.
Porém, ao desafiar Zeus, a ex-amazona tem sua divindade revogada e volta á vida. Na Terra, retoma sua identidade de Mulher-Maravilha em Wonder Woman 139.



2001
Em Wonder Woman 172, Hipólita se sacrifica para salvar milhares de pessoas na saga Mundos em Guerra. Para impedir que a filha Diana seja morta por um soldado do vilão Imperiex e ainda deter uma maquina capaz de destruir a Grécia, Hipólita realiza uma manobra que aniquila as duas ameaças, mas é pega em uma poderosa explosão.



Uma nova versão animada da Mulher-Maravilha é mostrada no desenho Justice League. A heroína esteve presente em todas as cinco temporadas e teve alguns episódios dedicados inteiramente a ela, como O Equilíbrio, em que se aventura nos Tártaros, o equivalente ao inferno na mitologia grega.



2002
Presa a uma tradição grega, Diana é obrigada a proteger uma assassina perseguida por Batman em Mulher-Maravilha: Hiketeia. A HQ aprofunda-se em elementos importantes da personagem, como a cultura grega, o trabalho de Diana como embaixadora da Ilha Paraíso e sua herança como guerreira. Além de mostrar um dos maiores combates entre a amazona e o Batman.



Em Justice League 74, Mulher-Maravilha e Batman beijam-se no campo de batalha antes de encarar perigosos inimigos. A partir disso, instala-se uma tensão sexual entre eles que dura várias edições e é resolvida apenas na edição 90 (2004), quando decidem que não devem engatar um romance.



2005
Diana mata o vilão Maxwell Lord em Wonder Woman 219. Apesar de ter agido para salvar Batman e Superman, ameaçados pelo vilão, o assassinato trouxe tensão entre eles. Isso fragilizou a Liga que, na época, já sofria de uma crise interna. Meses depois, o trio se separa e todos deixam a equipe.

2006
Após a morte de Lord, a heroína se impõe um autoexílio. Ao retornar, assume a identidade de Diana Prince e se torna agente do Departamento de Assuntos Meta-Humanos, um órgão do governo responsável por lidar com superseres. Nessa época, a amazona Donny Troy atua como a nova Mulher-Maravilha, mas logo Diana volta a ser a super-heroína.



2010
A heroína passa por sua terceira reformulação, dessa vez pelas mãos do roteirista J.M Straczynski, que tenta reiniciar a cronologia de Diana.
Na nova versão, ela é uma jovem amazona com pouco mais de 20 anos, longe da Ilha Paraíso e perdida no mundo dos homens, onde investiga detalhes de sua origem. A ideia não agrada os fãs e o novo uniforme, com calça e jaqueta, também causa polêmica.



2011
A quarta reformulação da personagem acontece devido ao projeto editorial que reinicia - mais uma vez - a cronologia DC.
Dessa vez Diana é uma semideusa, filha de Zeus com a mortal Hipolita, rainha das amazonas. Escrita por Brian Azzarello e desenhada por Cliff Chiang, a série foca o lado de guerreira de Diana e quase nunca a mostra como super-heroína. O novo titulo Wonder Woman se torna um dos mais aclamados da DC.



2012
A atuação de super-heroína de Diana é mostrada da nova série mensal da Liga da Justiça, em que ela começa um romance com Superman na edição 12. O casal convence e, no ano seguinte, ganha a série mensal Superman/Wonder Woman, que aborda o relacionamento dos dois.



2013
Em uma batalha com o Primogênito, o primeiro filho de Zeus, Diana o transpassa com uma lança improvisada, mas é obrigada a matar o deus da guerra Ares, que estava preso ao vilão. Com isso, as divindades gregas a nomeiam a nova Deusa da Guerra.
Isso é mostrado em Wonder Woman 23.



2014
Brian Azzarello e Cliff Chiang ficam em Wonder Woman até a edição 35 e mantém a serie como uma das mais aclamadas pela critica.
A nova dupla criativa formada por Meredith Finch (roteiro) e David Finch ( arte) estreia em novembro, na edição seguinte.



2015
Baseado nos quadrinhos dos Novos 52, a DC lança a animação Liga da Justiça: Trono de Atlantis. Onde traz a heroína com um visual bem diferente dos já usados.



Fonte:MundodosSuperHerois

Top 10: Curiosidades sobre Big Hero 6


E ai galera, já deu tempo de assistir a nova animação da Disney? Se a resposta é Não, primeiramente não viemos dar Spoiler de maneira alguma e em segundo: ASSISTA!! 
O filme é super bem produzido e como vocês já devem ter vistos nas redes sociais: é super fofinho! rs
Gosto muito desses posts sobre curiosidades de filmes, games, séries pois quando vou assistir pela primeira vez ou até mesmo assistir pela 1000000 vez costumo prestar muito mais atenção. Então vamos lá.

01. Big Hero é a primeira animação da Marvel lançada nos cinemas pela Disney.

02. A historia se passa na cidade de San Fransokyo ( San Francisco + Tokyo), e não é apenas o nome mas as características dela é composta pelos principais locais turísticos de ambas as cidades. 

03.Apesar de ser baseado em uma história em quadrinhos da Marvel de mesmo nome, há várias alterações nos nomes, no cenário, nas etnias de personagens, nas histórias de volta, e vários pontos da trama.O Samurai de Prata, por exemplo, pertence a Fox nos cinemas.

04.A parte em que Fred gosta de fazer filmes sobre ele mesmo em uma roupa de monstro e pisando em caixas foi inspirada no poder original do personagem nas HQ´s: a habilidade de se transformar em um monstro gigante.

05.Este é o terceiro filme de animação da Disney de Alan Tudyk. Os dois primeiros foram "Detona Ralph (2012)" e "Frozen: Uma Aventura congelante (2013)", fazendo deste seu terceiro filme de animação da Disney consecutivo. Hiro Hamada tem um bonequinho do Ralph, de Detona Ralph, no seu monitor de computador. 

06.Na delegacia é possível ver um pôster de procurado de Hans (Frozen) .
(agora ache o Hans!)

07.Big Hero é uma historia da Marvel, e então cade o Stan Lee no filme? Aí está! Numa foto em família ( fazendo então o personagem Fred como seu herdeiro) e na cena pós-crédito.

08.No laboratório da faculdade, na cena em que Gogo aparece, vemos ao fundo um quadro com vários escritos, e um deles é “Projeto A113”. A113 é o número da sala de aula do Instituto de Artes da Califórnia (CalArts), mítica escola fundada por Walt Disney e seu irmão, Roy Disney, em 1961. Foi o local de estudos de animadores, pioneiras da área, onde muitos profissionais da Disney, Pixar e outros estúdios se formaram. A113 quase sempre é referenciado de um jeito ou de outro nos filmes da Pixar.

09.Os artistas analisaram skatistas velozes para obter dados para o tipo de corpo e os movimentos de Go Go, a aluna apaixonada por velocidade.E Os artistas estudaram esquiadores, skatistas e surfistas para desenvolver os movimentos e posturas de Fred.

10.A equipe de animação de Operação Big Hero era composta por 100 integrantes (103, para ser exato). São 15 animadores a mais do que no longa Frozen – Uma Aventura Congelante de 2013.



Percy Jackson e os Deuses Gregos

“Um editor de Nova York pediu que eu escrevesse o que sei sobre os deuses gregos, e fiquei pensando: Pode ser anonimamente? Porque não estou a fim de despertar a ira dos olimpianos de novo. Mas, se assim eu estiver ajudando vocês a conhecer os deuses gregos e a sobreviver caso algum dia eles apareçam na sua frente, então acho que escrever isso tudo vai ser minha boa ação da semana.”
— Percy Jackson


Já leu todas as sagas e os livros adicionais? Seus problemas acabaram!
No dia 25 de fevereiro chegará as livrarias "Percy Jackson e os Deuses Gregos", onde tirará todas as suas duvidas sobre os Deuses naquele estilo que só o Percy sabe explicar.

Level Up anuncia encerramento de Grand Chase


 Stellar, responsavel pelo Grand Chase no Brasil, anunciou nesta terça feira (14/01) que a KOG,responsável pela produção do jogo, encerrará todas as atividades do jogo

O pronunciamento da Level Up foi feito por meio de video:


Desde Dezembro o jogo não sofria atualizações, e por esse motivo houve especulações sobre o fim do jogo onde surgiu a hashtag #LongLS2theChase ou #LongLiveTheChase. 
A loja de créditos será fechada no dia 02/02. Após esse período, a venda de CASH será encerrada. A loja de CASH do jogo permanece aberta até o fechamento do servidor, que acontecerá no dia 13/04. Até lá será possível adicionar, na conta de jogo, o CASH que você por ventura ainda tenha (como revistas ou PINs).


 A decisão do encerramento não foi da Level Up, mas talvez seja um alerta para eles olharem com mais carinho para o jogo que realmente levantou essa empresa: Ragnarok.
Ragnarok está tão abandonado e os fãs (tipo eu) só não abandona o jogo porque curte demais, mas a verdade é que está uma verdadeira grande M. Eu não sei se é porque eles já esperam pela "falencia" do jogo devido ao projeto do Tree of Savior, mas mesmo assim está faltando atenção pra esse pessoal que não abandona o jogo mesmo com todo esse descaso. Isso é o que eu acho ok?


Bom é isso ai pessoal, 2015 começando bem pra caramba no mundo dos games!
Tag : ,

Super Rockers : HQ + Rock



O Diretor de Artistico e Ilustrador Andés Moncayo juntou as duas coisas que mais o inspirava quando adolescente ; Quadrinhos e Música. 

Confere aí o resultado dessa mistura bem louca:
















- Copyright © Comicstaku | Unidos em um só mundo! -