Archive for Março 2014

A verdadeira identidade da mãe de Andy em "Toy Story"



Salve galera! O assunto de hoje eu diria ser, no mínimo, polêmico. Como não sou fã de enrolar vamos direto ao ponto:
Alguns meses atrás levantaram a seguinte hipótese: a mãe de Andy, sim o menino dono do Woody, é na verdade Emily a antiga dona da Jessie!
Lógico que toda “acusação” precisa de provas e evidências, então aqui vão elas. Lembra do chapéu de cowboy de Andy, aquele que ele frequentemente usa nos filmes? (Seguem as imagens abaixo)


(de outro ângulo) 

 Reparou como o Chapéu de Andy é bem diferente do nosso cowboy Woody? Agora eu lhes pergunto, por quê? Por qual causa, razão, motivo ou circunstância o Andy não iria utilizar um chapéu diferente do Woody? Não existia do mesmo modelo? Eu acho que não.
Não é segredo para ninguém, até porque é dito no Toy Story 2, que Woody é, de longe, o brinquedo favorito de Andy e que Woody é um brinquedo bem antigo dentro da família, isso é dito pela própria mãe de Andy que até então não tinha um nome de fato, algo que esta sendo solucionado agora. Não se esqueçam que nem mesmo o próprio Woody se lembrava que ele era um brinquedo da década de 50, tendo seu próprio show e tudo mais, se tornando assim um objeto de colecionador. O motivo do “esquecimento” do Woody se deve ao fato de estar a muitos anos na família, o que obviamente nos faz pensar que o Woody já pertenceu ao pai de Andy em algum momento.
Calma jovem ainda tem mais, eu vou retomar o raciocínio.
Lembra da nossa querida Jessie? E do chapéu dela? Vou ajudar a memória de vocês: (Segue imagem)


O chapéu lhe pareceu familiar?É isso “mermu” o chapéu é IDÊNTICO ao do Andy, com direito aos detalhes em branco, fitinha e tudo mais. A única diferença é que a fita do chapéu do Andy é marrom, enquanto o da Jessie é branca. Mas vamos olhar novamente, agora com mais atenção, o chapéu do Andy : (Segue imagem)


Perceberam que na verdade a faixa não é de fato marrom, ele tem um tom de pano “sujo”, “gasto”, “manchado” enfim marcas de uso e do tempo de existência. Mas e afinal e a Jessie com isso? Bom, lá vamos nós de novo :
Na história de Jessie é dito que a Emily, até então sua dona, cresceu junto com ela, assim como Andy com o Woody. Jessie, durante todo o tempo que ficou com Emily foi muito amada até que chegou o dia em que ela foi doada, pois Emily já estava mais velha e já não brincava mais. Jessie acabou em um armazém ficando lá por um LONGO TEMPO, como ela mesma confirma e deixa claro quando tem suas “crises” de não querer voltar para caixa. Agora vamos relembrar de mais algumas coisas, deem um olhada no quarto de Emily enquanto ainda era pequena: (Segue imagem)


Sim senhoras e senhores, é isso mesmo que pensaram, É O CHAPÉU QUE O ANDY USA. Notem também que a mobília do quarto tem uma cara de bem antiga, algo que em minha opinião foi proposital, para dar uma ideia de distância de tempo em relação à história atual. Vejamos mais alguns detalhes que nos remetem a perceber como o quarto é antigo: (Segue imagem)


 Bom, então vamos lá vamos focar no que interessa. A única diferença entre o chapéu que Emily usava nessa época e o do Andy é a faixa branca, certo? Tirando isso eles se tornam idênticos. Vale lembrar que, na caixa de doação de Emily, onde estava a Jessie, não vemos nenhum chapéu. Existem outros objetos é claro, mas não o chapéu. Então o que impede com que Emily tenha guardado este chapéu e que, posteriormente, tenha passado a seu filho? Nada. Afinal todos os pais adoram quando seus filhos têm um gosto parecido com os deles e foi exatamente isso que aconteceu afinal Andy cresceu amando o tema de Velho Oeste e um Cowboy.
Devemos admitir que nunca prestamos atenção de verdade na mãe do Andy, então vamos relembrar(mais um vez) : (Segue imagem)



Cabelo loiro, curto e bochechas rosadas bem marcadas. Notem a semelhança dela com Emily enquanto leva a Jessie na bolsa a levando para a doação: (Segue imagem) 


Bom de tudo isso algumas coisas temos certeza: Não sabemos de fato o primeiro nome da mãe do Andy, mas sabemos que o chapéu do Andy é o mesmo da Emily. Sabemos também que Emily tem a idade suficiente para ser mãe de uma criança da idade do Andy.

É Senhora Pixar, você e suas “conspirações” merecem respeito. Talvez você esteja com a seguinte pergunta: “Mas como a Emily poderia ter entregado a Jessie tão facilmente enquanto Andy foi tão relutante em entregar o Woody?”. Não se esqueçam que o mesmo aconteceu com Woody, Andy estava crescendo e acabou esquecendo-se de Woody, mesmo mantendo a ligação forte entre eles. Andy também se tornou distante de Woody, de forma diferente de Emily é claro, porém ainda sim com a mesma distância.
No final se analisarmos bem a história se torna bem plausível. Ah e antes que se levante também essa hipótese aqui já vai a solução: Que ser humano na face da Terra pensaria que seu filho teria em mão exatamente o MESMO brinquedo que seu pai/ mãe doou para uma instituição a muitos anos atrás? No máximo pensaria que é um brinquedo parecido, com uma versão mais nova ou algo do gênero. Quanto a Jessie ela jamais seria capaz de reconhecer Emily após tantos anos, assim como Woody se esqueceu de sua fama nos anos 50, sem contar com a alteração na aparência que uma criança sofre quando se torna adulta.
Mas e ai agora me diga vocês. O que vocês acham de tudo isso? Vocês acreditam que os dois personagens são os mesmos e que a mãe de Andy, possivelmente Emily, encontrou a redenção através do amor do filho pelo brinquedo que ela deixou para trás?

Bom é isso pessoal, espero que tenham gostado. Que a força esteja com cada um de vocês.

Top 10: Mulheres em Games.


Salve galera! Como hoje é dia das Mulheres, nada mais justo que, além de parabenizá-las, destacar aqui as mulheres que mais influenciaram o mundo dos Games nos últimos anos certo? Bom então vamos lá, que comece o desfile das belas ( ou nem tanto ) personagens que não saem da nossa cabeça:

10º Lugar – Faith de Mirror’s Edge ( Produzido pela Dice em 2008 )


Com seus 24 anos de idade e uma tatuagem no rosto marcante, Faith leva a vida como uma “Runner”, algo muito parecido com um mensageiro ou algo do tipo, em um mundo onde este tipo de serviço se encontra vedado. A missão de Faith, como uma boa filha de revolucionários protestantes, é realizar a entrega de documentos fiscais com a intenção de derrubar o Governo tirano.

09º Lugar – Bayonetta de Bayonetta ( Produzido pela Platinum Games em 2009 )


Mesmo após um “sono de beleza” de 500 anos, nossa belíssima bruxinha Bayonetta mantém sua beleza e moral em alta. Bayonetta, mesmo não podendo contar sempre com sua memória falha, tenta entender tudo que esta acontecendo no seu mundo e qual a real ligação que ela tem nisso. Além de nos atacar com sua beleza, Bayonetta conta com um arsenal de armar de fogo que daria inveja a qualquer soldado de FPS sem falar das magias, demônios e seu poderoso cabelo capaz de devastar exércitos inteiros sem nem precisar fazer plástica de fios.

08º Lugar – Alma de F.E.A.R  (Produzido pela Monolith Productions em 2005)


Alma, Alma, Alma. O que dizer da menininha que vez muitos marmanjos de FPS temerem, pela primeira vez, estar de fato na pele do personagem do jogo? Alma, com seus poderes psíquicos, busca conseguir sua vingança contra a Armacham Technology Corporation já que eles foram os responsáveis pelos inúmeros experimentos secretos que tinham como único objetivo tornar os poderes de Alma financeiramente “viável”. As bizarrices foram tantas que Alma chegou até mesmo a dar a luz para um bebê.

07º Lugar – Shodan de System Shock 2 ( Produzido pela Irrational Games em 1999 )



 Shodan ( Sentient Hyper Optimized Data Access Network) nada mais é do que uma das inteligências artificiais mais marcantes de todos os tempos. A principio quando se era falado de Shodan não se devia um sexo, simplesmente a travam de “o sistema” porém, posteriormente passaram a tratá-la como “A” Shodan  apresentando-a com um rosto maléfico as vezes cinza as vezes esverdeado. Mesmo com sua gagueira inevitável, voz tremula, alteração no timbre e entre muitos outros “erros”  Shodan continua sendo “A” sistema mais querida de todos os tempos, mesmo após a invasão hacker que sofreu fazendo assim com que ela  se torna-se uma ameaça para toda a Humanidade.

06º Lugar – Jill Valentine de Residente Evil ( Produzido pela Capcom em 1996)


Jill é a “princesa” mais durona de todos os tempos. Enfrentou desde Zumbis querendo se alimentar de seu corpo ( Ui! ) a cachorros, macacos, morcegos sem falar é claro de “amigos de campanha” e seu arqui inimigo Nêmesis. Após o ocorrida na mansão da Umbrella Jill, junto com outros membro da S.T.A.R.S ( Elite da polícia militar de Racoon City ) se juntaram para combater o temido T-Virus e lutarem para salvar a humanidade.

05º Lugar – Tifa Lockhart de Final Fantasy VII ( Produzido pela Squaresoft em 1997 )


Com sua luvas vermelhas, shortinho ou saia curta e suspensórios Tifa da uma bela surra em quem se meter no seu caminho. Junto aos seus amigos ela luta pela preservação da energia vital do planeta. Sem jamais usar armas de fogo, Tifa luta de “mãos limpas” contando somente com seus punhos rápidos e chutes precisos. Sabemos da suspeita de ela ser uma moça comprometida, talvez até mesmo mãe, mas e daí? Elogiar e olhar não arranca pedaço.

04º Lugar – Chun-li de Street Fighter ( Produzido pela Capcom em 1991 )


Jovem guerreira Chinesa que luta pelos seus ideais contra um tirano que, além de assassinar seu pai, deseja dominar toda a Terra. Chun Li foi a primeira personagem feminina criada para um jogo de luta, colocando assim ela como a lutadora mais famosa de todos os tempos. Chun Li conta com a “coxa” mais famosa dos games para causar o máximo de dano em seus oponentes com seqüências de chutes em velocidades monstruosas.

03º Lugar – Ms.Pacman ( Produzido pela Midway em 1981 )


Ok, sei que na verdade não é uma mulher. Mas o que dizer do primeiro personagem transexual da história dos games? Ele/ ela quer o seu espaço e, como o jogo Arcade feito na América mais vendido de todos os tempos, nada mais justo que dar este direito. O nome verdadeiro deste personagem é Crazy Otto, ele foi lançado com a intenção de dar continuidade ao sucesso de Pacman, porém deste vez, queriam um apelo para o publico feminino e como eles iriam resolver isso de formar rápida? Simples, passem um batom no Otto e lhe coloquem um laço. Problema resolvido!

02º Lugar  - Samus Aran de Metroid ( Produzido pela Nintendo em 1986 )


Ai ai, ta ai um personagem que me decepcionou  e me deixou feliz ao mesmo tempo. Ao finalizar Metroid e descobrir que Samus, personagem que eu sempre achei e jurei ser um homem, era na verdade “A” Samus, o que foi um choque. Confesso que não achei ruim em ver uma moça tão bela se desenrolar tão bem nas missões em que muitos homens, “experientes” no assunto de batalha espaciais, já teriam ficado para trás. Com seu arsenal de alta tecnologia e sua habilidade de “rolar” para chegar aonde precisa, Samus sabe como se virar muito bem sozinha.

01º Lugar – Lara Croft de Tomb Raider (Produzido Core Design em 1996)


É claro a minha MUSA teria que vir em primeiro lugar! Lara Croft, a menina/mulher mais independente do mundo dos games. Com ela não tem lugar alto, de difícil acesso, escuro, fedorento, estreito, enfim com ela nada é impossível. Apaixonada por história, Lady Croft seguiu os passos de seu pai e dedica sua vida a arqueologia. O que faz com que Croft se diferencie dos demais historiadores e arqueólogos é o fato dela não simplesmente “investigar” e sim acreditar nas lendas e mitos do mundo antigo. Equipada com suas duas pistolas, claro também existem outras armas mas as pistolas da Lara Croft  são “AS Pistolas”, Lara enfrenta, além dos animas,elementos da natureza e guardiões encarnados , oportunistas que somente desejam vender a história sem se importarem com o dano que isso pode causar a humanidade caso a lenda seja real.

Bom então é isso pessoal, espero que tenham gostando da minha homenagem. Desejo do fundo do meu coração um feliz dia das mulheres a todas as nossas leitoras e lembrem-se homens, sem as mulheres nenhum de nós estaria aqui hoje.

Feliz dia das Mulheres.

Que a força esteja sempre com vocês.

- Copyright © Comicstaku | Unidos em um só mundo! -